praias-mais-baratas-verao-europeu

Praias mais baratas para verão europeu: viaje gastando pouco

Quem nunca quis fugir do inverno brasileiro e aproveitar as altas temperaturas do outro lado do oceano? Para quem está planejando uma viagem como esta, conhecer as praias mais baratas para o verão europeu é essencial.

Desde a cotação do Euro até o preço das passagens… onde der para economizar, melhor, certo? Até porque há muito mais para se ver na Europa do que as atrações turísticas mais conhecidas – e mais caras.

Ainda que você sonhe com um roteiro bem turístico, com um plano de viagem feito com antecedência, é possível aproveitar o que você sempre quis, sem deixar de fora praias paradisíacas e paisagens imperdíveis.

Pensando nisso, neste conteúdo, falaremos sobre os destinos de praia baratos na Europa, além de dicas para fazer uma viagem econômica e muito proveitosa. 

Vamos embarcar nessa? Boa leitura!

Viagem econômica para a praia na Europa: como planejar?

Não basta conhecer as praias mais baratas para o verão europeu, é necessário entender como economizar nesses lugares também, certo? Para te ajudar, separamos algumas dicas relacionadas a:

  • hospedagem;
  • transporte;
  • alimentação, e mais.

Confira!

Como economizar com hospedagem na Europa

Uma das alternativas mais conhecidas para conhecer praias baratas na Europa e gastar pouco com a hospedagem é ficar em hostel, preferencialmente em quartos coletivos. 

A opção é especialmente interessante para quem está viajando sozinha, pois além de conseguir melhores preços, garante boas companhias. Assim, é possível aproveitar acomodações bem localizadas, seguras, modernas e o melhor: gastando pouco. 

Caso você esteja viajando em casal, com a família ou apenas não abre mão da privacidade, uma dica é optar pelos apartamentos e quartos em plataformas como o Airbnb. As opções são especialmente interessantes para longas estadias, já que normalmente oferecem preços mais em conta do que hotéis e pousadas.

Opções de transportes mais baratos

Quando falamos sobre transportes, precisamos dividir o assunto em duas partes: a forma de chegar até o seu destino e como se locomover por lá.

Em relação às passagens internacionais, é importante lembrar que os preços costumam ser muito dinâmicos. Os valores alteram diariamente e, às vezes, é possível encontrar bons negócios.

Ainda assim, atente-se ao período da compra. Como falamos, o planejamento é o seu melhor amigo para economizar. 

Idealmente, você pode começar a procurar pelas passagens cerca de 5 a 6 meses antes da viagem, avaliando a flutuação dos preços. Dessa maneira, conseguirá aproveitar uma boa oportunidade. 

Também é comum que companhias aéreas façam algumas promoções, então vale a pena ficar de olho, principalmente em datas como Black Friday e feriados.

Já em relação à locomoção no continente, há algumas possibilidades. Se você for viajar de um país para outro, consegue fazer uma viagem curta pelos ares com uma companhia aérea low cost. 

Muitas vezes, a alternativa sai mais barata do que viajar de trem, além do tempo ser muito menor. Atente-se apenas às taxas cobradas, pois podem encarecer a passagem consideravelmente.

Na cidade, a melhor dica de transporte é usar o mesmo que a população local: ônibus, metrôs e, por que não, bicicletas. Ainda assim, caso você esteja em grupo, você pode verificar se não vale a pena alugar um carro.

Lembre-se de que, quando estamos viajando, é importante ter um equilíbrio entre comodidade e economia. 

Às vezes, o que é mais barato leva mais tempo ou é mais trabalhoso. Então, é importante considerar suas prioridades e pesquisar bem as diversas opções para ter uma viagem tranquila e sem estresse.

Alimentação com preço acessível

Nada é mais barato do que fazer sua própria comida. Uma das vantagens de hospedar-se em hostels ou Airbnb é justamente essa possibilidade — um pouco mais difícil em hotéis.

Outra opção é fazer lanches para levar na mochila durante o dia (o que pode ser feito em qualquer quarto, sem a necessidade de uma cozinha), e escolher uma refeição para fazer em um restaurante.

Assim, você consegue economizar, e, ao mesmo tempo, pode aproveitar para conhecer a cozinha local. 

Uma boa pesquisa também ajuda. Então, antes mesmo de ir, mapeie os locais mais interessantes, próximos a você e que ofereçam bons preços. Dessa maneira, você pode se preparar antecipadamente e tem uma média de quanto vai gastar.

Atrações turísticas baratas na Europa

Possivelmente, as atrações turísticas são uma das partes mais difíceis de economizar numa viagem. Afinal, os preços são fechados e não há muita margem para barganha. Ainda assim, é possível aproveitar!

Uma opção para comprar ingressos mais baratos é explorar sites como o Get Your Guide. Lá, você encontra passeios com diferentes focos, como esportes, cultura e gastronomia. Mesmo que você não feche a compra pelo portal, a navegação é interessante para dar uma ideia de quanto custam as maiores atrações turísticas.

Para conhecer a cidade pela primeira vez, vale a pena considerar os Free Walking Tours, que já se popularizaram por todo mundo. São passeios a pé e gratuitos, feitos com um guia. Em alguns casos, é possível até escolher o idioma. 

Procure em aplicativos e na internet e verifique se é necessário inscrever-se com antecedência. Além de descobrir detalhes sobre a cidade e a história do local, você pode fazer isso gastando pouco: ao final, é sugerido que você dê uma gorjeta pelo serviço oferecido.

Lista de praias mais baratas no verão europeu

Agora que você já viu dicas para economizar, conheça algumas das praias mais baratas para o verão europeu. O importante, aqui, é fugir do óbvio. Então, conheça algumas opções:

  1. Hvar, Croácia
  2. Algarve, Portugal
  3. Nice, França
  4. Limassol, Chipre
  5. Creta, Grécia
  6. Sliema, Malta
  7. Península de Hel, Polônia

1. Hvar, Croácia

Apesar de ser um país pequeno, a Croácia pode surpreender. Não à toa, tem ganhado cada vez mais o coração dos viajantes. Sua formação é composta por mais de mil ilhas, todas banhadas pelo mar Adriático. 

Hvar é uma das praias mais populares e conta com uma boa estrutura para receber turistas. É principalmente interessante para os jovens, pois oferece várias festas. 

Além da cidade, você pode aproveitar para conhecer outros destinos, como Dubrovnik, Split, Lagos de Plitvice, ilha de Brac e Zagreb.

2. Algarve, Portugal

Portugal é conhecido como um dos países da Europa ocidental mais baratos para se viajar — e ainda oferece a vantagem da língua para os brasileiros. Aventurar-se pelas praias portuguesas também é interessante, e, nesse sentido, a região do Algarve é a mais conhecida.

Como um bom destino de praia barata na Europa, há muitas falésias, cavernas e águas cristalinas. Dentre as cidades mais conhecidas estão Lagos e Albufeira, mas você também pode aproveitar outras praias próximas.

3. Nice, França

Nem só de Torre Eiffel vive a França. Aqui, é possível unir lugares paradisíacos com muita história e cultura. Já pensou em aproveitar as praias neste país? 

A cidade conta com belas paisagens, ruas animadas e o calçadão charmoso do Promenade des Anglais

Além disso, o destino é especialmente interessante para quem quer conhecer mais sobre a parte histórica do local, pois é possível focar na Cidade Velha, aproveitando para visitar a Basílica de Notre Dame, o teatro Ópera de Nice, o Museu Palais Lascaris e outros locais imperdíveis.

4. Limassol, Chipre

A ilha de Chipre está localizada no Mar Mediterrâneo e reúne algumas das praias mais bonitas, com seu mar turquesa, águas transparentes e areia branquinha. 

Essa é uma dica interessante principalmente para quem está planejando um passeio fora de época, pois o clima costuma ser agradável durante o ano inteiro, mesmo no inverno.

Contudo, o verão é o ideal para aproveitar os principais pontos turísticos. Em Limassol, fora a praia, é possível conhecer as ruínas de Kourin, onde estão antigos anfiteatros greco-romanos com vistas para o mar.

5. Creta, Grécia

Dentre as ilhas gregas, Creta é a maior delas e oferece um cenário paradisíaco, com várias montanhas, penhascos e mais de 350 praias para curtir. 

Por ser um sítio arqueológico, você pode aproveitar para conhecer ruínas e museus, sendo imperdível para quem é apaixonado por história.

6. Sliema, Malta

Malta é uma ilha mediterrânea e pode ser considerada uma das praias mais baratas para o verão europeu. A cidade de Sliema, localizada na costa leste, é conhecida tanto pelas belezas naturais quanto pelas festas.

Caso você vá para lá, precisa conhecer a Gruta Azul (Blue Grotto), próxima a Zurrieq, uma área com formações rochosas e um visual de tirar o fôlego.

7. Península de Hel, Polônia

A Polônia é um país do leste europeu na costa do Mar Báltico e, apesar de não ser um destino muito tradicional para aproveitar o verão, tem praias belíssimas.

Com 35 quilômetros de faixa de areia, a Península de Hel oferece uma paisagem encantadora, além de ser um paraíso para o kitesurf. 

Além de ter parques aquáticos para a diversão de toda a família, um local interessante de se visitar é o Fokarium, um aquário público, criado como um centro de pesquisa, para proteger espécies de focas que estão ameaçadas no Mar Báltico.

Gostou das dicas de viagem para praias baratas na Europa? Preparada para montar a mala? 

Lembre-se de colocar biquínis lindos para aproveitar cada momento. E, se quiser looks imperdíveis, pode aproveitar para usar uma terceira peça, como a camisa de praia, ou acessórios que dão aquele toque a mais.

O melhor é que você encontra tudo isso na Cali for Sun: moda beachwear com biquínis incríveis, que focam no conforto e na elegância. Conheça os principais modelos e aproveite a sua viagem no verão europeu no maior estilo!